quarta-feira, 27 de abril de 2016

Janela


À janela do meu caminho, carinho

Sempre a mesma
Entreaberta, acesa ou discreta, olho sempre que passo
Inclino a cabeça; é alta
Eu inventei não alcançá-la

Haja nela alguém ou não
Voa pra lá pousar minha atenção

Hoje sei
À janela do meu carinho, caminho.

.


Um comentário: