quarta-feira, 8 de abril de 2015

Vaivém


Sou lápis sem ponta, caneta sem tinta, pássaro sem asa, poço seco.
Sou lágrimas na folha como a garoa que cai lá fora, fria, gota a gota.

Faz tempo que não reconheço inspirações.
Talvez eu nem seja mais.

É isso, eu fui.
Mas já voltei!

A gente nunca vai muito longe sem inspiração.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...