terça-feira, 8 de maio de 2012

Luar


Malvada Lua, ímpar e distante

Goza o amor da cama

E ignora meu coração na estante


.


Nenhum comentário:

Postar um comentário