quinta-feira, 24 de maio de 2012

A caminho


Quando acho que estou indo longe demais, encontro você lá, logo a frente, me esperando.

Deve ser destino, pois te acho justo aonde não sei que iria, bem lá, de onde não sei voltar.

É só seguir, abrir os braços e esperar o impacto. Depois eu vejo o que eu faço.

Isso se eu conseguir.


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário